Praias tranquilas




Se você gosta de praias movimentadas, onde se chegar tarde não há lugar sequer para estender sua esteira na areia, então a fotografia acima é o local indicado para você. Ela foi tirada no litoral de Santos no último feriado de 15 de novembro.

Mas se você quer uma praia tranquila e limpa, onde não falta espaço, ar puro e privacidade, venha conhecer Sítio do Conde, na Bahia. Hospede-se na Pousada do Valle, ambiente familiar e tratamento diferenciado. Faça-nos uma visita e não se arrependerá.


Sítio do Conde no Guia Quatro Rodas


A praia de Sítio do Conde está cercada por outros belos trechos de litoral. Há algumas desertas - caso de Massarandupió, Poças e Siribinha - e outras mais movimentadas, como Subaúma, Baixio e Barra de Itariri (que chega a receber ônibus de excursões). Vale checar as condições das estradas de acesso às praias, algumas precárias e com bancos de areia. 

Contemplação da praia

Como é mágico deitar nesta rede ao final da tarde e ver o mar engolir o sol aos poucos. O entardecer mancha o poente de cores fortes e traz uma brisa que prenuncia a chegada da noite. Ao longe gaivotas piam fino e desenham formas virtuais no horizonte. Tudo isso é arte do Criador que nunca conclui a espetacular aquarela da vida.

Vejo que os pescadores já retornam e puxam as jangadas para a areia. Amanhã estarão de madrugada outra vez na peleja com os peixes. Por agora, no entanto, catam canções tristes e sonolentas, enquanto mostram aos turistas o resultado da pesca.

A orla começa a se aquietar, os bares se fecham, a ventania aumenta. Ouço um violão nostalgicamente dedilhado. Não vejo o tocador. Sei de sua existência porque o vento me traz fragmentos de acordes.

Agora já há um manto estrelado sobre o infinito. As águas estão agitadas e começa a esfriar. Preciso ir. Mas amanhã estarei aqui novamente em saudação à aurora.

Adriano Curado

Desventura de José

José morreu e foi oportunizado a ele optar se desejava ficar eternamente no céu ou no inferno. Foi primeiro para o céu e conheceu um lugar tranquilo, contemplativo, onde as pessoas viviam em harmonia e paz.

Depois desceu ao inferno e foi recebido pelo demônio em pessoa. era um sujeito bem-apessoado, vestido com esmero, bastante educado. José se assustou e o outro lhe disse:

― Não acredite na propaganda da igreja, aqui é um lugar maravilhoso.

Levou-o a verdes campos onde mulheres jovens e belas o chamavam. Viu muitos conhecidos seus por lá. À noite, boates e badalações.

José não teve dúvidas, decidiu-se pelo inferno. Mas ao retornar, contemplou a verdadeira face do demônio, criatura horripilante, com profundos olhos de fogo. Lá dentro, em vez de campos verdes, havia lixões malcheirosos e pessoas repugnantes.

― Que é isso? Ontem estive aqui e estava tudo belo e limpo.

O demônio riu e respondeu:

― É que ontem eu estava em campanha, mas agora já tenho seu voto.

Texto Adriano Curado

Um céu, um sol e um mar



Talvez possa construir quase tudo que sonhar
Minhas chances são de desistir, ou um dia encontrar
Um céu, um sol e um mar
Um céu, um sol e um mar
Um céu, um sol e um mar

Quero as ondas desses mares,
Universo em fim de tarde
Desejo de verão arder,
E jah a minha flor não desampare
Qual é? eu to na fé, não me amole
Torço e se Deus quiser tudo melhore
Vento veio e levou a dor que já passou
Meu amooor..

Talvez possa construir quase tudo que sonhar
Minhas chances são de desistir, ou um dia encontrar
Um céu, um sol e um mar
Um céu, um sol e um mar
Um céu, um sol e um mar

Talvez possa construir quase tudo que sonhar
Minhas chances são de desistir,
Ou estar em algum lugar e ver o sol nascer
Olhando as crianças livres a correr
Sentir a natureza e agradecer
Pelo céu, sol e mar e a vida com você..


Link: http://www.vagalume.com.br/natiruts/um-ceu-um-sol-e-um-mar.html#ixzz3HebYMn3o

Conde e Sítio do Conde

Conde concentra diversas atrações que fazem a alegria de nativos e visitantes. Dentre elas estão as diversas praias, rios, cachoeiras, dunas e construções históricas. Depois de ter acesso a esta lista, o turista já não sabe mais qual atrativo do município irá visitar primeiro.

Escorregar nas areias finas do Cavalo Russo, uma duna com aproximadamente 30 metros de altura, é uma brincadeira que encanta pessoas de todas as idades. Utilizando um prancha, o praticante deve subir até topo da duna, respirar um pouco de ar puro e descer a toda velocidade até encontrar, no final do areal, as águas frias e calmas do rio Piranji.

Dentre as praias, há um destaque maior para a dos Artistas (também conhecida como Corre Nu) por ficar mais próxima do famoso Sitio do Conde, além de esbanjar um mar de ondas fracas e águas cristalinas, envolto pela natureza. Lá, o turista encontrará barracas e quiosques, que vendem água de coco, cerveja gelada e deliciosos tira-gostos de frutos do mar.

O Sítio do Conde é um dos pontos mais procurados por concentrar a maioria das pousadas locais e uma grande infra-estrutura turística. Ele fica a 6km da sede do Conde e a 9km da Linha Verde, com acesso totalmente asfaltado.

Por se tratar de uma antiga vila de pescadores, o ambiente deste lugarejo mistura uma rusticidade e sofisticação que encanta o visitante. 

Fonte http://guiadolitoral.uol.com.br/conde-ba.html

Tomar suco de laranja antes de escovar os dentes é uma má ideia?

O suco de laranja, assim como os sucos de outras frutas ácidas (abacaxi e limão, por exemplo), provoca uma acidez da boca e podem causar erosão do esmalte.

O pH da saliva é de 6.8 a 7.2. Entretanto, este pH sofre variações no decorrer do dia em função do tipo de dieta alimentar, hábitos de higiene bucal, fluxo salivar, etc.  Alimentos ácidos causam uma diminuição desse pH o que facilita a desmineralização do esmalte, tornando-o mais frágil. A saliva atua como um neutralizador da acidez bucal. Muitos grupos sociais primitivos e indígenas, por não terem hábitos perniciosos, como o fumo, consumo excessivos de álcool e açúcar, têm uma saliva de melhor qualidade e menor acidez, por isso apresentam menos cáries e problemas gastrointestinais.

Após ingerir alimentos ácidos, o ideal é aguardar um tempo antes de escovar os dentes. De acordo com alguns artigos científicos é necessário esperar de 15 a 30 minutos antes de escovar os dentes, para que a saliva neutralize o efeito do ácido. Escovar os dentes antes deste período pode intensificar a erosão dental, devido à fricção do abrasivo, presente no creme dental, contra o esmalte enfraquecido pela acidez.

Além do comprometimento do esmalte, em alguns casos, a erosão ácida pode atingir a dentina, causando sensibilidade leve, moderada ou grave. A sensibilidade leve causa dor com a ingestão de alimentos muito quentes ou muito frios. A grave se caracteriza por dor constante ao falar, comer ou beber em qualquer temperatura. Para reverter o quadro, é necessário ir ao dentista, para controlar a acidez e restaurar os dentes, dependendo do grau da erosão.

Máquina de fazer água criada por engenheiro vira 'arma' contra seca em SP

O engenheiro Pedro Ricardo Paulino desenvolveu uma máquina capaz de gerar 5 mil litros de água potável por dia através de um processo de condensação de alta eficiência que consegue captar a umidade presente no ar e a submeter a um processo de potabilização para o consumo humano.

Especializado em mecatrônica, Paulino é o criador da máquina "Wateair", a junção das palavras em inglês "water" (água) e "air" (ar), e desde 2010 vendeu 200 unidades do equipamento, que ganhou protagonismo nas últimas semanas devido à crise da falta d'água em São Paulo.

"Tudo o que a máquina precisa para funcionar é uma fonte de energia elétrica e a umidade do ar superior a 10% (recomendação mínima da Organização Mundial da Saúde, OMS)", explicou Paulino em entrevista à Agência Efe. De acordo com o engenheiro, esta tecnologia absorve a umidade presente no ar graças a um "equipamento de alta eficiência"; condensa e filtra a água e, no último passo, o líquido passa por um processo para se tornar potável no qual recebe cálcio, magnésio, potássio e silício.

Como funciona o bronzeado e a queimadura de sol

Existe algo misterioso em relação ao sol e à pele. Por que quando você sai em um dia ensolarado de verão e passa uma hora ao sol você se queima? Na verdade, você ganha uma queimadura solar, isto é, a menos que tenha gasto algum tempo para conseguir um belo bronzeado gradual. Com um belo bronzeado, você pode sair ao sol e nada acontece. É claro, isso não se aplica se você tiver a pele extremamente clara. As pessoas de pele extremamente clara nunca conseguem se bronzear, de modo que elas sempre têm queimaduras solares. A menos, é claro, que elas usem um protetor solar.

Isso faz sentido? Afinal, o que é um protetor solar? E o que é um bronzeado? Qual é a diferença entre um bronzeado e uma queimadura? Por que se você espalhar um pouco de loção no corpo estará protegido mas, se esquecer, estará em apuros?

Se você parar e analisar a sua pele e a luz do sol com mais detalhe, verá que tudo começa a fazer sentido. Você pode aprender muito a respeito de seu corpo nesse processo, isso é o que faremos neste artigo. Primeiro, vamos dar uma olhada em como funciona a pele.

Sítio do Conde

Escolhida como um dos cenários do filme "Tieta", Conde guarda 40 quilômetros de praias contornadas por coqueirais, dunas, rios e manguezais. Alguns trechos são bastante desertos na baixa temporada, como Baixio, uma vila de pescadores salpicada de coqueiros; Poças, com muitos recifes e piscinas naturais; e Siribinha, com barracas rústicas e um pequeno riacho. Já na alta estação e nos finais de semana, as praias mais estruturadas tornam-se pontos de parada de ônibus de excursão - é o caso de Subaúma, com restaurantes e casas de veraneio; e Barra do Itariri, banhada também por um riozinho que proporciona deliciosos banhos de água doce. O cartão-postal da região é Sítio do Conde, um vilarejo a seis quilômetros do centro, com praia de areias finas e repleta de quiosques que ficam lotados no verão - mas para quem procura sossego, basta caminhar um pouco para encontrar cenários paradisíacos.

Os adeptos do naturismo marcam presença na praia de Massarandupió, bastante reservada, com dunas e coqueiros enfileirados por toda a extensão da areia. Por ali, é obrigatório tirar a roupa próximo ao estacionamento. Mesmo quando a noite cai, Sítio continua movimentada. Diversos bares com música espalham-se pela Passarela da Cerveja e o burburinho não tem hora para terminar. 

Entre os passeios imperdíveis está o de barco pelo rio Itapicuru. Os canais, utilizados no passado para o transporte de mercadorias, abrigam hoje um santuário de manguezais onde é praticada a pesca artesanal.

O tour inclui paradas para banhos e uma delas é feita na área conhecida como Cavalo Russo, um trecho do rio Pirangi próximo à praia de Siribinha, cercado por coqueirais e dunas de areias brancas que chegam a vinte metros de altura.

Quem optar por circular em carros de passeio pela região deve se informar sobre as condições dos acessos às praias. Muitos trechos estão precários e há bancos de areia em boa parte dos caminhos. 

Fonte http://www.feriasbrasil.com.br/ba/conde/

Benefícios do Sol

Ele é considerado um vilão, mas por trás da aparência de mau, o sol esconde inúmeros benefícios a saúde física e emocional.

É a fonte mais garantida de vitamina D, essencial para a captação de cálcio nos ossos. Por esse motivo é indicado por pediatras como auxiliar no crescimento das crianças e preventivo da anemia.

Para os idosos um ótimo aliado contra osteoporose. “São poucos os alimentos que contêm grandes quantidades de vitamina D, nem mesmo o salmão, o mais rico deles, tem a quantidade obtida em apenas quinze minutos diários de banho de sol”, informa a dermatologista Flávia Addor.

7 motivos para beber mais chá-mate

Os amantes de chá vão adorar esta novidade: a Ilex paraguariensis, erva comumente usada para fazer o tradicional chimarrão e o tereré, pode trazer diversos benefícios à saúde. Para quem não sabe, esse é o nome científico do mate, que apesar de amargo, pode virar uma bebida deliciosa. Antes de esquentar a água, porém, é bom saber que nem todo saquinho de chá vai ajudar a secar os quilinhos a mais. 

A nutricionista Karina Barros, consultora de nutrição da Abiad, explica que os pesquisadores ainda estão tentando descobrir a melhor forma de ingestão da erva para obter mais benefícios. Enquanto a descoberta não chega, opte pelo chá-mate das folhas, já que os saquinhos geralmente trazem misturadas outras partes da planta, o que disfarça o efeito da erva. Beba cerca de um litro da infusão por dia, mas procure fracionar o consumo entre as refeições. Pronto para incorporar a bebida à sua rotina? Confira os benefícios a seguir.

Meu encontro com o mar

A primeira vez que vi o mar foi na Pousada do Valle. Isso lá pelo final de 2011, quando saímos de Goiás rumo à Bahia. Chegamos ao aeroporto da capital baiana já no final do dia e pegamos um táxi para o bucólico Sítio do Conde, um distrito no Município de Conde, onde chegamos já escuro. Eu escutava apenas o barulho das ondas que quebravam lá na praia, mas sabia que teria que ter paciência.

Confesso que nunca tinha visto pessoalmente o mar e fiz questão de não olhar pela janela do avião. Acho que foi por isso que sonhei a noite toda com água. Entrava pela janela uma brisa fresca, com aromas de algo que não conseguia identificar. Cansado, apaguei.

Fui despertado pelos primeiros raios do sol. Então saltei da cama e caminhei lentamente para a praia. Não foi uma caminhada muito significativa, pois a pousada fica na última duna antes de se chegar no lugar em que as ondas quebram. Caminhei silencioso, de cabeça baixa, olhos na areia. E quando meus pés tocaram na água salgada, então levantei o olhar e pude vislumbrar uma imagem que nunca mais esquecerei. O mar! Acostumado aos rios do cerrado goiano, fiquei deslumbrado com aquele volume d’água.

De volta à pousada, pude então saborear um farto café da manhã. Sucos de cores e sabores diferenciados, as quitandas quentinhas, os bolos, ovos, frutas etc. Adorável a dona Rosa, uma senhora que coordena tudo e nos recebe com sorriso. Seu marido, Ivan, é atencioso, indica bons passeios, aconselha a evitar lugares ruins, nos dá carona até a feira do Conde.

Quero retornar este ano à Pousada do Valle, desfrutar novamente da hospedagem simples mas aconchegante, rever os amigos que deixei por lá. O tempo passa rápido e só levamos desta vida os momentos bons que vivemos.

Adriano Curado

Encontro reúne 600 capoeiristas em Conde

Mais de 600 capoeiristas brasileiros e estrangeiros se reuniram em Siribinha, no município baiano de Conde, durante o VII Ginga Sem Limite – Encontro Internacional de Capoeira. Realizado na última semana (23 a 27 de julho), o evento é organizado pelo mestre Itapoan, do grupo Ginga, a cada dois anos, e promove aulões e rodas de capoeira, além De um torneio regional, com premiação nas categorias infantil ao sênior. A intenção dos grupos, ao se reunir na Bahia, são a busca de conhecimento no esporte e trocas culturais entre agremiações de todo o mundo.

Para o secretário do Turismo do Estado, Pedro Galvão, os eventos de capoeira devem ser intensificados, especialmente na esfera internacional. “A Secretaria do Turismo vai aumentar ações relacionadas à capoeira. Isso ajuda a divulgar a Bahia e a trazer visitantes para o Estado. Queremos levar para outros estados e para o mundo uma manifestação cultural que apresenta na Bahia, principalmente em Salvador, a cidade mais negra depois das cidades do continente africano, um forte elo com sua população afrodescendente”, explicou Galvão.

De acordo com informações do Escritório Internacional da Capoeira e Turismo, mantido pela Setur, neste mês de agosto, entre cinco e seis mil capoeiristas devem vir à Bahia para participar de eventos relacionados ao esporte. Dentre eles, os encontros internacionais de Capoeira Mangangá, de 8 a 17 de agosto, e o Capoeira do Século, do grupo Porto da Barra (15 de agosto a 14 de setembro). É esperada, para até o mês de setembro. a chegada do Mestre Acordeon. O baiano, radicado nos Estados Unidos, faz o trajeto de bicicleta junto com seu grupo, da Califórnia até a Bahia.

Praias de Sítio do Conde




Barra do Rio Itariri
As belezas do local serviram de cenário para o grande sucesso do cinema, “Tieta do Agreste”, de Cacá Diegues, baseado no romance de Jorge Amado. O longo trecho onde o mar se junta ao rio é o predileto entre os visitantes. As águas mornas e tranqüilas promovem banhos agradáveis para toda á família, além de apresentarem boas condições para a prática de esportes náuticos. Durante a vazante da maré, é possível atravessar a pé até o lado oposto do canal, onde ficam belas dunas e coqueiros. Com barracas, restaurante e camping, Itariri apresenta uma boa estrutura receptiva.


Praia das Poças
As muitas rochas próximas ás areias dificultam banhos com muita mobilidade. Em compensação, fazem com que a água fique retida, formando “banheiras” de águas bem quentes. No local, há um porto natural que ancora os barcos dos pescadores nativos, bastante solicitados para passeios na região. A praia possui areias estreitas e semidesertas, sem infra-estrutura turística.


Praia de Siribinha
Um pedacinho do paraíso cercado de areias alvas e banhado por águas mornas e tranqüilas. Esta é uma definição bem apropriada para Siribinha, local de beleza privilegiada, que durante a vazante das marés apresenta lindas dunas. Para percorrer suas curvas, “Bugres” podem ser alugados em toda a extensão da praia, oferecendo em roteiro opcional, uma aventura extasiante até a famosa Praia de Mangue Seco. Em suas extensas areias, Siribinha, apresenta os vestígios de um navio encalhado há alguns anos. Mesmo sendo deserta na maioria de seus trechos, a praia margeia um pequeno povoado, que oferece uma razoável infra-estrutura ao visitante.


Praia dos Artistas
Seu mar calmo e morno permite o banho em qualquer período das marés. As areias, marcadas por pequenas dunas e coqueiros, margeiam condomínios e sítios particulares. A infra-estrutura receptiva desta praia fica restrita ao trecho de acesso permitido á carros, com quiosques especializados no preparo de petiscos do mar. Fica localizada á 3km da Vila do Sítio do Conde.

Festa dos Mascarados


Agora neste mês de julho, acontece aqui em Sítio do Conde a tradicional Festa dos Mascarados.Todos os domingos eles desfilam, e no último eles participam de um concurso onde são escolhidos em várias categorias: originalidade, beleza, feiura etc.

Venha conferir, vale a pena.

Assistir à TV 3 horas diárias dobra o risco de morte prematura





 As pessoas que assistem à televisão por três horas ou mais por dia podem ser duas vezes mais propensas a morrer prematuramente do que as que ficam menos tempo na frente da TV, segundo um estudo publicado esta quarta-feira. O estudo, publicado no Jornal da Associação Americana do Coração, é o mais recente a descrever os riscos potenciais da vida sedentária, que inclui pressão alta, obesidade, câncer e doença cardíaca.

"Nossas descobertas são consistentes com uma série de estudos anteriores, onde o tempo gasto assistindo TV estava vinculado à mortalidade", disse o autor principal do estudo, Miguel Martinez-Gonzalez, diretor do departamento de Saúde Pública na Universidade de Navarra em Pamplona, Espanha.

A pesquisa se baseou em registros de mais de 13 mil pessoas, que se formaram em universidades espanholas. A idade média dos entrevistados era de 37 anos e 60% eram mulheres.

Os cientistas queriam descobrir se havia algum vínculo entre a morte precoce e o tempo passado em frente à TV.

Eles também analisaram quanto tempo as pessoas passaram diante de um computador, dirigindo e se estes fatores influenciavam o risco de morte.

Os participantes do estudo eram saudáveis quando começaram a ser analisados e foram acompanhados por 8,2 anos, em média.

Aqueles que assistiram à televisão mais de três horas por dia eram duas vezes mais propensos a morrer jovens do que os que viam por uma hora ou mais, destacou o estudo.

A causa mais comum de morte foi o câncer, que matou 46 pessoas. Trinta e duas morreram de outras causas e 19 mortes foram ligadas a problemas cardiovasculares.

A pesquisa não descobriu uma associação entre o tempo gasto no computador e a morte prematura ou entre dirigir e morrer jovem.

Tampouco provou que assistir à televisão causou as mortes prematuras, apenas que uma associação poderia ser encontrada entre assistir mais TV e um risco maior de morrer, mesmo quando os cientistas ajustaram a pesquisa para outros fatores potencialmente correlatos.

"Nossas descobertas sugerem que os adultos podem considerar aumentar sua atividade física, evitar períodos de sedentarismo longo e reduzir o tempo assistindo à televisão para não mais que uma a duas horas por dia", disse Martinez-Gonzalez.

A Associação Americana do Coração recomenda às pessoas que façam algum tipo de exercício moderado durante quase duas horas por semana.

Fonte site AFP

Obra de Machado de Assis é reescrita



Para incentivar os jovens a ler as obras dos principais autores da literatura brasileira, uma escritora criou um projeto controverso. De acordo com o jornal Folha de São Paulo, Patrícia Secco lançará em junho uma versão do livro “O Alienista”, de Machado de Assis, com linguagem mais fácil, frases diretas e palavras comuns.

O plano abarca trabalhos de outros grandes autores, como José de Alencar, cujo livro “A Pata da Gazela” também será lançado em junho. A verba para colocar a ideia em prática veio de patrocínio da lei de incentivo, com autorização do Ministério da Cultura.

Se Patrícia conseguir captar mais dinheiro, outros títulos poderão ser “mastigados”, como “O Cortiço”, de Aluísio Azevedo, e “Memórias de um Sargento de Milícias”, de Manuel Antônio de Almeida.

Segundo a Folha, ela alega que, apesar de a linguagem ser descomplicada, o estilo dos autores não será modificado. Os 600 mil exemplares dos livros que sairão no próximo mês devem ser distribuídos gratuitamente pelo Instituto Brasil Leitor.

Mesmo com a intenção de popularizar a leitura, a ideia gerou polêmica nas redes sociais. No Twitter, o tema foi parar nos “trending topics” do Brasil, nesta segunda-feira, com alguns defensores e muitos críticos ferrenhos.

Entre os defensores, o argumento é de que o gosto pela leitura poderá ser estimulado. Já quem não gostou da ideia afirmou que adaptar uma obra dessa forma não aprimora os conhecimentos do leitor, que pode recorrer ao dicionário, e ainda prejudica o trabalho do autor original.

Fonte site Folha de São Paulo

Pastel de camarão



Ingredientes:
100 g de camarão-rosa pequeno
5 g de curry em pó
30 g de cebola bem picada
1/4 de alho-poró bem picado
20 ml de azeite extra-virgem
Sal a gosto
1 pitada de pimenta-do-reino
40 ml de creme de leite
1 colher (sopa) de requeijão
Quanto baste de massa de pastel pronta
Quanto baste de óleo de soja ou milho para fritar

Modo de fazer:
Em uma panela média, aqueça o azeite e refogue a cebola até ficar dourada. Acrescente o camarão e os ingredientes restantes, cozinhe por uns 2 ou 3 minutos, tire do fogo e deixe resfriar rapidamente. Se precisar corrija o tempero, em seguida guarde o recheio na geladeira por, no mínimo, 2 horas.
Segundo passo:
Abra a massa de pastel no formato que quiser, coloque uma boa quantidade de recheio e feche com uma carretilha própria para pastel. Repita até obter 4 pastéis. Frite em óleo quente (187 graus) virando o pastel de vez em quando para não encharcar.

Dicas para um bronzeamento perfeito e duradouro


A pressa é inimiga para bronzear, em um dia apenas de exposição ao sol não se alcança a cor perfeita. O foco é na cor uniforme, com beleza pelo bronzeamento.

É indicada inicialmente, a exposição ao sol aos poucos, diariamente, por tempo pequeno, pelo começo da manhã ou final da tarde, com menor agressão dos raios solares, e é claro, com protetor solar.

Para as mulheres que não iniciaram à ida aos clubes ou praias, a esfoliação dois dias anteriormente é indicada, para remoção das células mortas da pele, que auxilia o bronzeado livre de falhas e manchas. Se a pele já foi exposta ao sol, a idéia não é válida, com danos pela esfoliação.

Humor


Cocada de colher com brigadeiro



Preparo:

Para a cocada: 500 ml de leite de coco; 01 xícara e ½ de açúcar; 04 colheres de sopa de amido de milho; 04 gemas; 300 g de coco fresco ralado ou coco queimado. 

Para o brigadeiro colher: 01 lata de leite condensado; 02 colheres de sopa de manteiga 02 colheres de sopa de cacau em pó; 01 caixa de creme de leite. Para decorar: coco queimado e coco fresco ralado. 

Modo de preparo: em uma panela, misture o leite de coco, as gemas e o amido de milho. Coloque o coco fresco e leve ao fogo baixo, mexendo sempre até engrossar bem. Desligue e reserve. Em uma outra panela, derreta a manteiga com o leite condensado e adicione o cacau em pó. Deixe ferver em fogo baixo, mexendo sempre até começar a engrossar. Desligue o fogo, adicione o creme de leite e mexa bem.

Em uma taça ou pote pequeno, coloque uma camada de coco ralado, parte do brigadeiro e uma camada generosa de cocada. Finalize com coco e sirva quente ou gelada!

Chocolate amargo é melhor até para os dentes


Chocolate amargo possui maior quantidade de cacau e menor de açúcarQuando compramos chocolates são inúmeras as opções nas prateleiras e, muitas vezes, escolhemos pela embalagem, marca ou sabor. Mas qual seria a melhor opção para a nossa saúde geral e bucal?
A melhor escolha é o chocolate amargo, porque possui maior quantidade de cacau e menor de açúcar. O cacau é rico em flavonoides, que tem propriedades antioxidantes e antiinflamatórias, o que reduz os riscos de doenças cardiovasculares. Já para a saúde bucal, quanto menos açúcar, melhor. O açúcar acelera a atividade bacteriana e aumenta o potencial cariogênico do biofilme, formado sobre os dentes, que é constituído por restos de alimentos e bactérias.
O chocolate branco, ao contrário dos outros, não é feito com a pasta extraída do cacau, e sim com a gordura que se separa dela quando o fruto é prensado. É basicamente composto de manteiga de cacau, leite e açúcar, com muito pouca presença de flavonoides. Pensando apenas na saúde, a primeira opção de escolha deve ser um chocolate amargo, seguido pelo meio-amargo, depois ao leite e por último o branco.
É importante deixar bem claro que independente do tipo de chocolate ou alimento, o correto é sempre higienizar os dentes da maneira correta e, em média, 3 vezes ao dia. Isto, associado à visitas periódicas ao dentista, mantém a saúde bucal em dia. Você pode se deliciar comendo chocolate amargo, branco ou qualquer outro tipo, desde que com moderação e sem nunca deixar de escovar os dentes.
Dr. Alexandre Morita (CROSP 70.644) é cirurgião dentista especialista em estética dental. Clique aqui para conhecer melhor o trabalho dele.

O milagre verde que te ajuda a perder peso


Se você está procurando um smoothie que te deixe satisfeita, que rejuvenesça a pele e que te ajude a perder peso, esta receita é o que as celebridades recomendam. 


De acordo com a Popsugar, a atriz Kerry Washington tomou essa bebida durante toda a gravidez.

Este smoothie possui 70% de verduras e 30% de frutas.

Anote a receita para começar a semana com força!
Ingredientes do suco verde milagroso:
  • 1  1/2 copo de água
  • 1 cabeça de alface
  • 4 talinhos de aipo
  • 1 maço de esfinafre
  • 1 maçã picada
  • 1 pera picada
  • 1 banana
  • Suco de 1/2 limão
  • Coentro a gosto
Preparo:
Coloque o alface no liquidificador com água. Misture até que fique uniforme. Acrescente o espinafre, o aipo, a maçã, a pera e bata novamente. Coloque o coentro ao final, juntamente com a banana e o limão.

A sua manhã perfeita em uma bebida!

(Por: Yahoo México)

Conheça a Bahia ( VII )


Andaraí - Ba


O principal rio que banha o município de Andaraí é o Paraguaçu, um dos raros cursos d’água permanentes no Nordeste.  A Gruta da Paixão, as praias do rio Paraguaçu, a Vila de Igatu, a Cachoeira do Ramalho, o Marimbus, a Lapa do Bode, as piscinas do Rio Coisa Boa, os poços da Donana e da Paraíba, as cachoeiras e poços do Rio Garapa estão entre os principais atrativos naturais do município que se somam ao Vale do Paty, no interior do Parque Nacional da Chapada Diamantina.

Se destaca pela arquitetura colonial de seus casarões, que abrigavam os barões do diamante na fase de esplendor, além das belezas naturais em sua volta. É tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional numa referência aos habitantes das grutas nos paredões de pedra em volta dos rios da região

A paisagem é acidentada, exuberante e montanhosa, com escarpas, vales, despenhadeiros e as serras da Chapada, do Roncador e do Ramalho, entre outras, que formam a cordilheira do Sincorá. Ligando vales e montanhas, antigas trilhas abertas por garimpeiros levam a incontáveis cachoeiras como a da Sibéria na trilha que interliga Andaraí a Mucugê, Três Barras, Bocório, Palmito, Ramalho, Roncador, Pombos e o Cachoeirão no Vale do Pati.

Conheça a Bahia ( VI )


Igatu - Ba

Foto: Açony Junior  

É uma vila toda construída em pedra, que viveu o apogeu e a decadência do garimpo, e foi apelidada de Machu Picchu baiana. Hoje, tombada como Patrimônio Nacional pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), parece uma cidade encantada, que foi cenário do filme Besouro (2009), do diretor João Daniel Tikhomiroff. O vilarejo tem atrativos especiais como a Galeria de Arte e Memória, um museu a céu aberto com utensílios do garimpo e dos escravos, e com exposições temporárias de artistas plásticos renomados. Um local ótimo para tomar café da manhã avistando as serras ao seu redor. Porém, não é apenas de tranquilidade que é feita a vila de Igatu. O povoado possui trilhas que seguem para diversas atrações naturais. Só ao seu redor, conta com quatro cachoeiras: a Califórnia, a dos Pombos, Córrego do Meio e Rosinha. Localizado no município de Andaraí, Igatu também é um dos destinos preferidos para quem curte praticar escalada em boulders.

Conheça a Bahia ( V )


Mucugê - Ba

 


Mucugê é o que podemos chamar de uma cidade privilegiada pela natureza. Situada a 900 metros de altura do nível do mar, na Chapada Diamantina, é rodeada por serras, grutas, rios e cachoeiras que podem servir para a prática de canoagem e outras modalidades de esporte aquático, com características semelhantes. Além da natureza, a cidade guarda um pouco da história, sempre tendo como pano de fundo o garimpo.

A região de Mucugê, que desde o início do século XIX era parcialmente ocupada por fazendeiros que mantinham criação de gado, foi a primeira a atrair os exploradores ávidos por novas jazidas de pedras preciosas.

Diz a história oficial que o primeiro diamante da região foi encontrado em 25 de junho de 1844 por Cristiano Pereira do Nascimento, afilhado de José Pereira do Padro, ou "Cazuza do Prado", um grande coronel da região.

A pedra teria sido acidentalmente achada no leito do riacho das Cumbucas enquanto Cristiano lavava as mãos.

Conheça a Bahia ( IV )


Lençois - Ba


Construída nos tempos áureos do garimpo na região, numa época de muita riqueza, Lençóis era conhecida como a Capital do Diamante. Tombada pelo Patrimônio Histórico Nacional desde 1973, a cidade preserva o casario colonial do final do século XIX. Com o término da mineração e a criação do Parque Nacional da Chapada Diamantina, o turismo tornou-se uma nova fonte de desenvolvimento para a região. Principal destino da Chapada Diamantina, Lençóis dispõe de infra-estrutura com capacidade para atender turistas de todas as partes do mundo. Possui aeroporto a 20 km da sede, dois mil leitos oficiais de variados tipos de hospedagem, agências e guias, culinária regional, nacional e internacional, internet e todos os sinais de celular.

De natureza exuberante, onde os extremos entre o bucólico e urbano se encontram em harmonia, Lençóis oferece várias opções de caminhadas curtas ao redor da cidade e longos trekkings pelo Parque Nacional da Chapada Diamantina.

Conheça a Bahia ( III )


Chapada Diamantina - Ba


  Antiga zona de garimpo de diamantes transformada em um dos principais destinos ecológicos do país, o Parque Nacional da Chapada Diamantina ocupa nada menos que 152 hectares de montanhas, vales, rios e cachoeiras bem no meio do Estado da Bahia. Por ali, Lençóis, a 427 quilômetros de Salvador, é de longe a cidade com melhor infra-estrutura, com pousadas e restaurantes transados. Mas é a porção mais ao sul do parque que guarda os melhores passeios e vale visitar vilas menores na região como Andaraí, Mucugê e Xique-Xique do Igatu, antigas cidades ricas por causa da exploração de ouro e diamante.

  Difícil elencar os melhores passeios da Chapada. O Morro do Pai Inácio, montanha com um dos visuais mais impressionantes do parque, é certamente um deles. Outro é a Cachoeira da Fumaça, queda d´água com 340 metros de altura (a segunda maior do Brasil) que, durante a época seca, nem chega a tocar o chão – a água evapora e é dissipada pela resistência do ar. Também imperdível, a Cachoeira do Sossego é acessível por uma trilha puxada de oito quilômetros. Para relaxar da caminhada, no caminho de volta dá para descer o tobogã natural do Ribeirão do Meio. Entre abril e agosto, no Poço Encantado (lagoa com águas azuis que fica dentro de uma gruta) os raios de luz que atingem a superfície se decompõem em sete cores e projetam um show aos visitantes.

Conheça a Bahia ( II )


Porto Seguro - Ba

Porto Seguro é um município situado no extremo sul da Bahia, no Brasil. 
Divide com Santa Cruz Cabrália a primazia de ser o local de chegada dos 
portugueses ao Brasil.
O município foi fundado em 1534. Possui cerca de 126 770 habitantes e está 
tombada em quase sua totalidade pelopatrimônio histórico, não sendo 
permitida a construção de prédios altos (com mais de dois andares). 
É cortado pelo rio Buranhém.

História

Porto Seguro localiza-se na região que foi, oficialmente, a primeira a ser 
descoberta pelos navegadores portugueses no atual território brasileiro. 
Em 21 de abril de 1500, o navegador Pedro Álvares Cabral avistou terra firme, 
após ter deixado a costa africana um mês antes. O lugar avistado foi o 
Monte Pascoal, 62 quilômetros ao sul de Porto Seguro. No dia seguinte,
os portugueses desembarcaram em terra firme pela primeira vez no atual 
território brasileiro. Em 24 de abril, a expedição ancorou em Porto Seguro. 
Em 1530, quando o comércio com as Índias Orientais enfraqueceu e 
Portugal passou a se interessar pela nova terra descoberta, veio dela tomar 
posse, terra que lhe cabia pelo Tratado de Tordesilhas. Atualmente, a cidade 
possui antigos monumentos históricos.

Conheça a Bahia ( I )


Morro de São Paulo - Ba

Morro de São Paulo reúne algumas das mais belas paisagens da Bahia. Sabe aqueles lugares especiaisque um belo dia a gente encontra? Praias semi-desertas, coqueirais a beira mar, águas cristalinas e areia branquinha. Esta combinação da natureza encanta os turistas e tornou Morro de São Paulo um dos destinos mais conhecidos e procurados por turistas do mundo todo. A ilha conta com uma excelente infra-estrutura para receber os turistas e há aproximadamente 200 estabelecimentos de meios de hospedagem entre pousadas e hotéis em Morro de São Paulo.

Bikini bridge



Depois da barriga negativa e do thigh gap, o vão entre as coxas que só aparece em mulheres de pernas muito finas, as redes sociais ganharam uma nova moda que reforça o padrão de beleza extremamente magro. É o bikini bridge, que em tradução literal significa ponte de biquíni, aparece nas hashtags de selfies que exibem a parte de baixo do biquíni distante da barriga, formando uma "ponte" sustentada pelos ossos do quadril.

Fonte site R7



Receitas da Bahia: Acarajé



Ingredientes: 
500 g de feijão fradinho cru
500 g de cebola
Sal a gosto
1 cebola pequena com casca
500 ml de óleo
500 ml de azeite de dendê
2 xícaras de chá de vatapá
150 g de camarão seco

Preparo:

Coloque os feijões inteiros num processador de alimentos e bata por alguns segundos para quebrar os grãos
Cuidado para não esmigalhar
Coloque os feijões num recipiente e cubra com água
Deixe de molho por no mínimo 12 horas
Agite os feijões com uma colher e com uma peneirinha vá retirando todas as cascas que se desprendem dos feijões
Depois de retirar bastante as cascas, lave os feijões sob a água corrente e continue retirando ?o olhinho? e o restante das cascas
Retire o máximo possível
Reserve
Descasque as cebolas
Corte em pedaços
Reserve
Num processador, coloque os feijões e as cebolas
Bata por 3 minutos, ou até obter uma pasta lisa e uniforme
Retire toda a pasta do processador e coloque dentro de uma panela grande e funda
Com uma colher de pau, bata a massa do acarajé até que a massa triplique de volume
Esse processo é bastante demorado mas é importantíssimo para a fermentação
Coloque o óleo, o azeite de dendê, e a cebola com casca numa panela média e leve ao fogo alto para esquentar
Com duas colheres de sopa, modele os acarajés encha uma das colheres com a massa, passe de uma colher para a outra até que a massa fique com formato de bolinho
Coloque os bolinhos no óleo bem quente e frite por 3 minutos de um lado
Com uma escumadeira, vire os bolinhos e deixe fritar até que fiquem dourados
Regule a temperatura do óleo
Se for necessário, abaixe a chama do fogo para que o óleo não queime
Retire os bolinhos com uma escumadeira e coloque sobre papel absorvente
Corte os bolinhos ao meio e recheie com vatapá
Coloque o camarão seco dentro do acarajé e feche
Sirva a seguir